O que é a dependência emocional? 

alt="dependencia emocional na constelaçaõ familiar"

O que é a dependência emocional?

A dependência emocional é um estado em que alguém se torna refém das emoções,  quando sua felicidade depende exclusivamente do outro. Essa relação pode ser nociva e levar a pessoa a abrir mão de diversas coisas em sua vida

Às vezes até tem consciência mas não consegue sair, é como um vício, e o outro é o vício.

Tive uma cliente que hoje se tornou muito amiga, ao qual irei trazer aqui como exemplo, processo de cura acompanhei, inicialmente como Consteladora e posteriormente através de terapia energética e espiritual.

 Depois como amiga, ajudando ela nesse processo de cura, cada pessoa na nossa vida pode nos ajudar em algo, acredito muito nesses encontros do Universo.

A dependência emocional pode assumir diversas formas, não somente do relacionamento amoroso, mas também dependência da mãe, do pai, da amiga entre outros.

Origem

Nós criamos e moldamos nossos fantasmas durante uma vida inteira e realmente não é de uma hora pra outra que conseguimos sair disso, não é fácil superá-las de uma hora para outra

Ela se via como alguém independente no início, apesar de sobrecarregada com seus deveres, assumindo o papel de salvadora da família, mesmo morando distante. 

Ela estava sempre ali, disponível para ajudar e resolver problemas de todos, desde os mais básicos até os mais complexos 

Quando conheceu o amor da vida dela, era o que ela achava, se casou logo, sem tempo para conhecer ele, suas dinâmicas familiares, crenças e traumas 

Expectativas

Criou uma expectativa de que tudo iria mudar, que agora sim seria feliz, apesar de ela falar que a vida era boa e tranquila, porém essa afirmação revelou uma lacuna que ela não percebia.

 Essa lacuna se tornou evidente quando ela chegou até mim buscando uma constelação familiar.

No início, a relação parecia ótima, até quando percebeu que ele não fazia o que ela esperava, que foi mudando rapidamente de comportamento.

Percebeu que ele julgava muito os outros e ela também, não tinha mais elogios, começou a criticar e reclamar do comportamento dela.

Ela começou a pedir constantemente a opinião dele e a moldar suas decisões de acordo com seus desejos, negligenciando suas próprias necessidades.

O que começou a deixá-la insegura, começou a perguntar tudo para ele, como se ele fosse melhor que ela, não queria desagradar, e começou a fazer tudo por ele, esquecendo-se dela.

Aos poucos essa dependência foi minando sua confiança e autonomia, começou a ter problema com dinheiro que não tinha antes, em todas as áreas da vida,

 E aí começa toda a dinâmica de dependência por uma pessoa.

Começou a ter dificuldade de fazer escolhas e tomar decisões conscientes, sempre consultava ele, e se ele não gostasse ela mudava de ideia.

Ela se tornou possessiva e ciumenta, assumindo o lugar de vítima, conseguindo assim manipulá-lo, como se ele fosse culpado da infelicidade dela. Mesmo assim continuava ali.

Sinais

Quando chegou para constelar comigo, não sabia nada sobre o assunto, mas por ver a mudança de vida de uma amiga dela que era cliente minha, decidiu que queria também seja lá o que fosse isso rs.

Assim chegou até mim, e na constelação que ela achou que eu daria um “jeito”, descobriu que na verdade tudo dependia dela.

O constelador é mais um observador de fora da situação, quem comanda o campo e aquilo que precisa ser visto e organizado é a própria pessoa e a quem ela serve no sistema.

Ela não gostou do que ouviu, pois estava acostumada a culpar o outro pela sua insatisfação, e num relacionamento precisamos pegar os nossos 50 % de responsabilidades.

O processo de compreensão e tratamento da dependência emocional exige enfrentar as sombras internas e trazer à luz questões mal resolvidas. 

É fundamental reconhecer a infelicidade interior e buscar suas raízes, muitas vezes encontradas em experiências passadas.

Visão Sistêmica

 A constelação familiar é uma ferramenta valiosa nessa jornada, proporcionando uma visão das dinâmicas e padrões que se repetem, permitindo a busca por novas perspectivas e soluções.

Com orientações e perguntas, ela começou a refletir sobre o que procurava preencher com outra pessoa e o que lhe faltava antes do relacionamento.

Afinal o que ela queria preencher com outra pessoa, o que faltava, e escrevi a frase que ela me falou e dei para ela responder o porque.(porque somente agora será feliz), isso quer dizer que não era? porque não? o que faltava antes dele?e mais algumas perguntas.

Lidar com a dependência emocional requer tempo e esforço, pois envolve desconstruir crenças antigas e desenvolver novas perspectivas

Início do Tratamento

Depois de 2 meses ela retornou, ainda sem ter conseguido responder todas, mas ela havia entendido e decidiu que estava pronta para olhar para isso. Reconheceu que estava acomodada e que já era hora de sair do lugar de vítima.

Os sinais que eu pontuei, para que ela observasse se isso acontecia com ela:

Tem dificuldade de tomar as próprias decisões

Sentia medo de ser julgada e rejeitada de alguma forma

Se agora cometia extremos que antes não

Fazia algo que era seu desejo genuíno, ou deixava para depois

Se dizia SIM para tudo, mesmo querendo dizer não

Assim começamos um bloco de tratamento energético e sistêmico.

Como lidar com a dependência emocional

Primeiro coisa a fazer é reconhecer, é olhar para suas sombras e trazer a questão a luz, é aceitar que não está feliz, dentro de si.

É buscar quando e onde essa sensação começou, pois os gatilhos estão sempre no passado, buscamos na constelação a visão de quem vc trás ou de quem repete o comportamento, quem julgava e agora faz parecido senão igual, entre outros pontos a observar.

Dentro do tratamento ela tinha o apoio das técnicas que auxiliaram ela nesse percurso de descoberta dela mesma.

As respostas estão todas aí dentro, só que olhar para elas dói e nem todo mundo quer isso, alguns preferem fingir que a dor não está lá e está tudo bem, cada um tem o seu tempo e o seu processo.

Criando a realidade

Cada um está onde se coloca, assim como demoramos muito tempo criando e desenvolvendo as nossas crenças boas e ruins que trouxemos da nossa ancestralidade, fazer diferente sempre pesa.

Ao enfrentar os desafios e buscar a cura interior, a pessoa poderá conquistar sua independência emocional e construir relacionamentos mais saudáveis e satisfatórios.

E se você passa por isso, saiba que a constelação familiar pode te ajudar nesse processo de autoconhecimento e mudança interior.

Aproveite e agende agora sua sessão online e individual, no conforto da sua casa, você pode começar dando o primeiro passo.(11)98931-4788

Aproveite e leia também: Como a Constelação Familiar pode ajudar com a Insegurança

Leandra Siqueira

Leandra Siqueira

Consteladora e Terapeuta Holística

Compartilhe nas mídias

Comente o que achou:

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.